Sabores da Serra  
 

REGIÃO

 

CELORICO DA BEIRA

Situado na vertente mais a Norte da Serra da Estrela, o concelho de Celorico da Beira é parte integrante do distrito da Guarda - Beira Alta, com uma altitude de 530 metros, circundado pelos concelhos de Guarda, Trancoso, Gouveia e Fornos de Algodres.
 
Fundada a 500 A.C. pelos Túrdulos, recebeu foral de D. Afonso Henriques, confirmado por Afonso II em 1217, D. Manuel I elevou-a a vila com novo foral em 1512.
 
Em tempos remotos, dadas as suas características naturais, Celorico da Beira apresenta condições naturais privilegiadas, com vegetação viçosa e os pastos verdejantes explicando as razões da fixação da populações nesta região, pelo qual se deu origem ao Queijo Serra, produto nobre da pastorícia.

 

Deve-se em grande parte ao facto de o Rio Mondego fazer parte do seu percurso em terras concelhias, à localização geográfica do concelho e as 22 freguesias (Açores, Baraçal, Cadafaz, Carrapichana, Casas de Soeiro, Celorico-São Pedro, Celorico-Santa Maria, Cortiçô da Serra, Fornotelheiro, Lajeosa do Mondego, Linhares, Maçal do Chão, Mesquitela, Minhocal, Prados, Rapa, Ratoeira, Salgueirais, Vale de Azares, Velosa, Vide Entre Vinhas e Vila Boa do Mondego) incrustradas na Serra da Estrela.
 
Estes factos conduziram de forma tradicional a que o Queijo da Serra fizesse parte das culturas e da história Portuguesa, remontando como o mais antigo dos queijos portugueses e dos mais afamados de todo o mundo.
 

Castelo de Celorico da Beira

Foi também, terra natal de Artur Sacadura Cabral herói da Historia Aérea Nacional.

 

PATRIMÓNIO A VISITAR:

 

 - Castelo de Celorico da Beira

Situa-se a 550 m de altitude é castro neolítico romanizado que apresenta uma planta em formato oval irregular, onde se identificam elementos do estilo românico e de estilo gótico, sendo uma das defesas de Portugal perante as invasões Castelhanas, durante a Idade Média, dado como monumento Nacional em 16 de Junho de 1910.

 - Torre do Relógio

A torre tem a forma de cubelo do século XVII, as horas são batidas num sino implantado no alto da Torre.

 - Igreja Matriz de Santa Maria

O interior da igreja, de nave única, é revestido por painéis de azulejo azul e branco, o espaço da nave e a capela-mor são cobertos por abóbadas de berço de madeira com caixotões pintados com motivos hagiológicos. É monumento classificado, Imóvel de Interesse Público.

 - Necrópole de São Gens

È dos maiores cemitérios das Beiras, rasgados na rocha.

 - Estatua de Artur Sacadura Cabral

Herói Nacional, que fez parte da historia aérea mundial, pela travessia aérea do Atlântico Sul num pequeno Hidroavião em 1919.

  - Museu do Agricultor e do Queijo

Homenageia o pastor e exibe a amostra da produção do Queijo da Serra Artesanal.

 

PONTOS DE INTERESSE PAISAGÍSTICO:
 

 

 

 

 - Penha de Prados - (1134m Altitude) a 13 Km de Celorico, EM (557)

 - Serra de Linhares da Beira - (900m Altitude) a 15 Km de Celorico, EN (17) EM (554-3)

 - Pedra Sobreposta - Rapa/Prados (1000 m Altitude) a 10 Km de Celorico, EM (557)

 - Pedra Cavaleira - Lageosa do Mondego a 6 Km de Celorico, EM (557-2)

 - Barroco Del`Rei - (Junto ao Edifício da GNR), Celorico da Beira, Freguesia de São Pedro

 - Forca de Fornotelheiro - 6Km de Celorico, EN (12) em (586-3)

 - Necrópole de S. Gens - 6Km de Celorico, EN (12) em (586-3)

 - Ponte da Lavandeira - Rio Mondego, Celorico da Beira, Freguesia de Santa Maria

 - Calçada Romana - Celorico da Beira, Freguesia de Santa Maria

 

LINHARES DA BEIRA

Aldeia histórica do concelho de Celorico da Beira, é um autêntico museu ao ar livre.
 
Com um passado rico bem guardado até aos nossos dias, cada uma das pedras das magníficas ruas que aqui existem, contam histórias fantásticas, e revelam a importância que esta aldeia teve no passado.
 
Situada na vertente ocidental da Serra da Estrela, oferece ao visitante magníficas paisagens montanhosas, típicas da Beira, de ar puro, e águas frescas e puras, cultura, artes medievais e renascentistas.
 

Castelo de Linhares da Beira

Tendo o seu imponente e poderoso Castelo de arquitectura essencialmente militar, mas também românico e gótico, o castelo ocupa um cabeço rodeado por penedos graníticos escarpados, com excepção da encosta onde se situa a povoação.
 
Também, de Igreja Matriz, de raiz românica encontram-se três valiosos quadros atribuídos ao grande Mestre português Vasco Fernandes (Grão Vasco), considerando-se assim o património mais importante que o Parque Natural da Serra da Estrela tem.
 
O relevo e clima desta região reúnem as condições ideais para fazer desta aldeia histórica o sítio ideal para o grande Open do Parapente, que acontece todos os anos em Agosto.

 

Copyright © 2012 Sabores da Serra. Todos os direitos reservados.